Ânimo

Tome vergonha na cara e levantas desta cama João
ainda há um mundo lá fora onde homens vivem e morrem
bebem e vomitam
amam e odeiam
conquistam e são conquistados
e você aí inerte afundado no seu colchão
lamentando o ontem
e esperando que o sol se erga e te traga um melhor amanhã.
Pois saibas que suas lágrimas de nada servem
sequer para regar uma erva daninha
quanto mais para  acabar com a sua dor,
pois então saia deste quarto escuro homem,
não espere por uma segunda chance
pois ela nunca virá
e mesmo que viesse
é de sua natureza errar
e errarias em quantas mais oportunidades tivesses,
então se ainda há sangue percorrendo suas veias
e se ainda bate seu coração, mesmo que fracamente,
abra sua porta
desça as escadas
e encare a vida,
não sejas covarde de dela fugir
enfrente-a e dela tente arrancar algum proveito,
amores eternos de uma única noite
amizades baseadas numa mesa de bar
sonhos químicos
ilusões cósmicas
qualquer mal que te faça algum bem
e pelo qual valha a pena viver,
pois no mundo você sempre estará sozinho
não importa com quem estejas,
e  a dor que carregas
somente tu podes enxergar
e por mais que lamentes
ela sempre o acompanhará
pois é impossível fugir de si mesmo.
Então não se esconda
levante-se, esmurre a vida
e dela tente sorver qualquer sabor
que valha a pena a sua dor,
pois se acreditas em Deus
sabes que por seus pecados
o inferno já te esperas
e se em nada crês
então não há tempo a perder
pois a areia continua escorregando pela ampulheta da vida
e esta é única
e não te concede tempo para sofrer.